segunda-feira, 26 de novembro de 2007

Lendas e Mitos - a Marvada Mulinha

Dia 30 de novembro, próxima sexta-feira, vai acontecer a abertura da exposição de fim de ano da Ânima Academia de Arte. O tema escolhido foi Lendas e Mitos. Estão todos convidados. Venham e confiram os trabalhos dos alunos e professores, além de saborear comidas e bebidas especiais!

A lenda que eu escolhi foi a Mula Sem cabeça, que vocês podem ver abaixo.



Segundo esta lenda, a mulher que se relacionasse libidinosamente com um padre ou sacerdote, tornar-se-ia a mula sem cabeça, vitma de uma maldição. Na noite de quinta para sexta-feira, quando a lua é cheia, ela se transforma numa mula preta, sem cabeça, soltando fogo pelas ventas que não existem, e parte a galope em disparada pelos campos até o terceiro canto do galo, quando pára exaurida, e as vezes ferida, voltando á forma normal.

Para acabar com a maldição, é necessário arrancar-lhe o cabresto de aço que carrega, ou ainda furá-la com um alfinete virgem, tirando-lhe sangue. Quem se depara com a mula deve deitar-se de bruços e esconder unhas e dentes para não ser atacado.

Aparentemente, a lenda teve origem na europa do século XII e foi trazida para a America pelos espanhóis e portugueses. Existem lendas semelhantes no México e na Argentina. Espalhou-se no Brasil pelo interior da região sul-sudeste, e pelos estados canavieiros do nordeste. Era uma maneira de impedir que mulheres se relacionassem com membros do clero, valendo-se da ignorãncia do povo.

Viva a internet e sua infinidade de informações!!!

2 comentários:

Carolina disse...

Mr. Lobsterman, adoro seus desenhos, vamos trabalhar naquela tatoo!!! Ah, estou escrevendo algo em cima de um desenho que vi no devianart.
Bjos.

José Francisco disse...

falaaa maurilio!
Bom, como sempre sou um paga pau aheuhuaeheu (ja sabe qm eh? xD)
ta perfeitooooo
sóh um detalhe...: os peitos dela tao deslocados.. =\
bom flws ai!